Cartaz do Círio de Nazaré de Macapá 2020

0
216

“GRAÇAS À VIDA QUE ME DEU TANTO”

É próprio quando a vida é ameaçada, como nestes dias, que mais a apreciamos, mesmo com todas as limitações, defeitos e dificuldades… E justamente, como cristãos, somos chamados a dar o justo valor e grande dignidade à toda vida, à toda criatura: porque a vida, toda vida, é dom de Deus.

Na arte do cartaz do Círio de Nazaré 2020 isso é representado pelas mãos talvez mais famosas e conhecidas da história artística da humanidade: na Capela Sistina, pintada por Michelangelo Buonarroti, na Cidade do Vaticano, o dedo de Deus toca levemente o dedo de Adão… e é este toque que da a vida ao homem!

Por consequência a fotografia de uma família macapaense feliz pela vinda ao mundo de um filho quer nos lembrar que a vida continua, tem que continuar, tem que renovar a esperança de futuro pra toda a humanidade, mesmo em tempo de pandemia… porque este vírus terrível pode e deve ser vencido. Esta é a mensagem da outra fotografia: um amigo, bem conhecido na cidade, na saída do Hospital com os profissionais de saúde justamente felizes e orgulhosos por ter ajudado a salvar uma vida. Uma das muitas, graças à Deus e a estes ‘anjos’ que conseguem ser curados e doados novamente para a vida.

A imagem de Nossa Senhora de Nazaré, carregando no colo o pequeno Jesus é de verdade um hino à vida… talvez no Círio de 2019 passou um pouco despercebida a exuberância de natureza que vem do Manto de Nossa Senhora! No cartaz desse ano a imagem se destaca no meio da natureza, da água, da mata e das aves, que representam ‘todas as criatura’ das quais se fala no tema, e parece dizer àquela família com o recém-nascido, àquele irmão curado do corona vírus e a todos nós, por eles representados: “Coragem! Tenham confiança, eu carrego no colo o Vencedor da doença, do medo, da morte… e quero doa-lo a cada um de vocês, para que tenham vida e a tenham em abundância!” 

Que o nosso Círio de Nazaré deste ano, mesmo vivido de maneira diferente, respeitosa dos cuidados pela saúde e pela vida de todos, possa ser um canto de alegria pela vida e que possamos dizer, com uma antiga canção cantada por Violeta Parra: ‘Gracias a la vida que me há dado tanto’.

Pe. Rafael Donneschi

Coordenador da Comissão do Círio de Nazaré

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Ponha seu nome aqui